Alguém Já Leu o Acordo do Tratado de Copenhague

Publicado: 03/11/2009 em Uncategorized

Janet Albreschtsen

The Wall Street Journal

Lord Christopher Monckton, ex-conselheiro de Margaret Thatcher fez uma palestra na Universidade Bethel, em St. Paul, Minnesota, no início deste mês que causou enorme alvoroço.

Pela primeira vez, o público ouviu falar sobre as 181 páginas, datadas de 15 de setembro, que compõem a Convenção sobre o Framework das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, um rascunho do que pode ser assinado em dezembro.

Até agora, o vídeo de sua palestra teve mais de um milhão de acessos no YouTube. E ele merece mais milhões de acessos, porque Lord Monckton adverte que o objetivo do projeto do tratado de Copenhague é a criação de um governo "transnacional", em uma escala que o mundo nunca viu.

(Veja o vídeo mais abaixo)

O "esquema para o novo arranjo institucional no âmbito da Convenção", que começa na página 18 contém a provisão de um "governo". O objetivo é dar a um organismo ainda sem nome da ONU o poder de intervir diretamente nos assuntos financeiros, econômicos, fiscais e ambientais de todas as nações que assinarem o tratado de Copenhague.

A razão para esta tomada de poder é bastante clara: Complicadas cláusulas após cláusulas do projeto obriga os países desenvolvidos a pagar uma "dívida de adaptação" aos países em desenvolvimento para supostamente apoiar a mitigação das alterações climáticas.

A cláusula 33 na página 39 diz que "até 2020 a escala dos fluxos financeiros para apoiar a adaptação dos países em desenvolvimento deve ser pelo menos de 67 bilhões de dólares ou na faixa de 70 a 140 bilhões de dólares por ano."

E como é que os países desenvolvidos providenciarão este fluxo financeiro para o mundo em desenvolvimento?

O texto do projeto define várias alternativas, incluindo a opção sete, na página 135, que prevê "a taxa global de 2 por cento nas transações monetárias do mercado financeiro internacional dos países do Anexo I".

O países do Anexo 1 são os países industrializados, que incluem entre outros os Estados Unidos, Austrália, Grã-Bretanha e Canadá.

Para ter certeza, os países que assinam tratados internacionais sempre cedem poderes a um órgão da ONU responsável pela execução das obrigações do tratado.

Mas a diferença é que este tratado parece ter sido sujeito a tentativas incomuns para ocultar seu complicado conteúdo.

E, além da dificuldade de tentar decifrar o palavreado da ONU, há uma abundância de cláusulas descritas como "alternativas" e "opcionais" que deve aumentar ainda mais a ira dos países livres e democráticos preocupados em preservar sua soberania.

Lord Monckton mesmo só tomou conhecimento dos poderes extraordinários a serem investidos neste governo mundial quando um amigo seu encontrou um obscuro site da ONU e pesquisou através de várias camadas de hiperlinks, antes de descobrir um documento que não é nem chamado de "esboço de tratado." Ao contrário, é rotulado de "nota do Secretariado".

Entrevistado pelo repórter de rádio Alan Jones em Sydney nesta segunda-feira, Lord Monckton disse que "esta é a primeira vez que eu vi qualquer tratado transnacional referindo-se a um novo órgão a ser criado no âmbito do tratado como um "governo".

Mas são competências que serão dadas a este governo totalmente desprovido de eleições é que são tão assustadoras."

Ele acrescentou: "A ambição absoluta deste novo governo mundial é enorme desde o início, mesmo antes de começar a dar poderes para si próprio como estas entidades normalmente o fazem".

Os críticos têm admoestado Senhor Monckton por sua linguagem colorida, exagerada.

Ele certamente tem sido vigoroso em sua exposição sobre o esboço do tratado de Copenhague.

Ele advertiu os americanos de que "nas próximas semanas, a menos que vocês impeçam isso, seu presidente vai assinar sua liberdade, sua democracia e sua prosperidade para sempre."

No entanto, os seus críticos não conseguem lidar com a substância do que ele diz.

Na verdade querem deturpar tudo o que ele diz, desviar  atenção.

Pergunte a si mesmo esta pergunta: Tendo em conta que nossos líderes políticos gastam centenas de horas conversando sobre a mudança climática e a necessidade de um consenso global em Copenhague…

Por que nenhum deles falou abertamente sobre os detalhes deste tratado sobre mudanças climáticas?

Afinal, os signatários do tratado final estarão vinculados a ele por anos. O que exatamente eles estão escondendo?

Graças ao Lord Monckton agora sabemos alguma coisa de seus planos.

Janos Pasztor, diretor do Secretário-Geral da Equipe de Apoio sobre Mudanças Climáticas, disse aos repórteres em Nova York nesta segunda-feira que com o Congresso dos EUA ainda para votar um projeto de lei sobre mudanças do clima, um tratado global sobre mudanças climáticas é agora um resultado improvável em Copenhague. 

SERÁ???

http://www.anovaordemmundial.com/2009/11/video-alguem-ja-leu-o-acordo-do-tratado.html

About these ads
Comentários
  1. Souccisammino disse:

    Just want to say what a great blog you got here!
    I’ve been around for quite a lot of time, but finally decided to show my appreciation of your work!

    Thumbs up, and keep it going!

    Cheers
    Christian, watch south park online

  2. Glaucia Carneiro disse:

    Muito obrigada pela visita, Christian!

  3. Jota disse:

    Mais uma teoria da conspiração cai por terra…

  4. Glaucia Carneiro disse:

    Sera?

  5. jessica disse:

    como consigo esse tratado quero muito ler

  6. [...] Alguém Já Leu o Acordo do Tratado de Copenhague novembro, 2009 5 comentários 3 [...]

  7. luan disse:

    quais foram os erros e os acertos do tratado de copenhague?

  8. Glaucia Carneiro disse:

    Pelo que vi não aconteceu nada, foi um tratado só de fachada. Eles não estão nem aí com a destruição da natureza. Houve muita expectativa que não deu em nada.

  9. paulemyr disse:

    vç é crista protestante ? ou apenas uma pessoa informando sobre esses assuntos ? pq tudo isso esta na palavra de deus revelada em apocalipse ! si não for crista eu posso ti explicar !

  10. NINA DELFINO disse:

    Jesus nos alertou de todas estas coisas que iriam acontecer,e ja estão acontecendo pelo mundo todos e esta leis logo logo vai vir pro Brasil juntamente com a Lei Marcial,e DEUS nos livre de tamanha crueldade sem missericordia que vai ser para todos os Brasileiros,,,,,
    podem crer no que eu digo,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s