“A Morte do Dólar‏” E-mail de Jeremias dos Santos

  MÃO111 (Lote Inativos-5)

Caro amigo:

Alguns dias atrás, li um artigo de jornal que chamou minha atenção; fiquei perplexo com as implicações econômicas adversas para a economia americana, especialmente se a inflação interna causada para criação das centenas de bilhões de dólares para socorrer os bancos e as grandes empresas em dificuldades não puder ser exportada para o resto do mundo.

Acredito que você já tenha lido o artigo recente "O Mecanismo Mandrake" (área restrita) e também "A Criatura da Ilha Jekyll"

http://www.espada.eti.br/fed.asp

Que explicam bem esse processo inflacionário causado pela criação de dinheiro fiduciário.

Sabe-se que um dos motivos que levou o governo Bush a invadir o Iraque foi a decisão de Saddan Hussein de substituir o dólar nas transações envolvendo o petróleo iraquiano.

Essa tendência teve de ser parada na origem imediatamente, pois teria consequências terríveis se fosse adotada em larga escala por outros países.

Mas agora, o Irã está ameaçando fazer exatamente isso, e também já ouvi comentários na imprensa que a Venezuela e até o Brasil querem substituir o dólar no comércio internacional por outras moedas.

O novo governo japonês também já sinalizou que apóia essa substituição do dólar, de modo que parece que a tendência está tomando corpo e será inevitável daqui para a frente.

Hoje, ao ler o boletim semanal da Cutting Edge, vi que eles publicaram uma análise desse artigo do jornal inglês; como achei os comentários interessantes, decidi traduzir e distribuir.

Resumo da Notícia: "A Morte do  Dólar" The Independent (Londres), 6/10/2009.

http://www.independent.co.uk/news/business/news/the-demise-of-the-dollar-1798175.html 

"Na mais profunda transformação financeira na história recente do Oriente Médio, os países árabes do Golfo estão planejando – juntos com China, Rússia, Japão e França – encerrar as transações de petróleo com o dólar, passando a usar uma cesta de moedas, incluindo o yene japonês, o yuan chinês, o euro, ouro, e uma nova e unificada moeda planejada para as nações que fazem parte do Conselho de Cooperação do Golfo, incluindo Arábia Saudita, Abu Dhabi, Kuwait e Catar.

Encontros secretos têm sido realizados entre os ministros das finanças e diretores dos bancos centrais da Rússia, China, Japão e Brasil para prepararem o esquema, o que significa que o preço do petróleo não será mais fixado em dólares."

Os banqueiros centrais estão bem cientes das implicações da transição do dólar americano para outras moedas. Veja:

"O declínio do poder econômico americano vinculado à atual recessão global foi implicitamente reconhecida pelo presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick.

‘Um dos legados desta crise poderá ser o reconhecimento de mudanças nas relações do poder econômico’, ele disse em Istanbul, antes do encontro nesta semana do FMI e do Banco Mundial."

A maioria das pessoas verá essa notícia com medo que possa perder suas poupanças e ficar na miséria.

Mas, isso não ocorrerá. Por quê?

Porque toda essa transição para uma nova moeda a ser usada no comércio internacional está sendo planejada há muito tempo. 

O objetivo real é substituir gradualmente o dólar declinante por uma nova moeda regional para a União da América do Norte – o Amero.

Os banqueiros centrais estão seguindo de perto o Plano para produzir uma economia global e não farão o mercado entrar em colapso total.

Em vez disso, eles estão manipulando as moedas e os eventos para que possam criar uma União da América do Norte política e a moeda Amero, que a acompanhará.

Esse artigo referido diz claramente que o declínio do dólar americano está ocorrendo há nove anos!

Isto significa que o declínio começou durante os últimos dias do governo Clinton, foi cuidadosamente controlado durante o governo Bush, e provavelmente será concluído pelo governo Obama!

Os líderes mundiais estão cooperando, como a profecia predisse quase 2.000 anos atrás!

Leia e releia Apocalipse 17:12-17, especialmente o verso 17:

"Porque Deus tem posto em seus corações, que cumpram o seu intento, e tenham uma mesma idéia, e que dêem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus."

Em outubro de 2001, quando o presidente Bush ordenou a invasão do Afeganistão, observamos que inimigos de longa data, os EUA e a Rússia, estavam subitamente cooperando, atuando em harmonia, em uma profundidade que era chocante, dada a história de 45 anos de Guerra Fria.

Incentivamos você a ler o seguinte artigo antigo, que demonstra como a profecia bíblica está sendo cumprida nas notícias diárias, diante de nossos olhos!15ter_cartum_eneves

N1548, "A Cooperação na Guerra ao Terror Une Até os Velhos Inimigos EUA e Rússia", disponível em:

http://www.espada.eti.br/n1548.asp

Os líderes dos principais países estão secretamente cooperando entre si, apesar da retórica pública estar muitas vezes repleta  de ódio e antagonismo. 

Nossa pesquisa indica que todos os principais líderes mundiais estão cooperando um com o outro, seguindo o roteiro entregue a eles para que a Nova Ordem Mundial possa ser estabelecida e o Cristo maçônico ser produzido!

A parte mais importante do Plano neste momento é a formação das dez supernações do mundo.

Leia o artigo N2363 na área restrita:

http://www.espada.eti.br

Obviamente, cada uma dessas supernações precisará ter sua própria moeda regional.

O dólar americano está sendo sistematicamente desvalorizado para que possa ser substituído pelo Amero.

É minha compreensão que, quando as pessoas receberem a oportunidade de trocar seus dólares pelo amero, elas farão isso sem perder uma porção significativa de seu patrimônio.

Lembre-se: os Illuminati querem uma economia mundial controlada, não uma economia arruinada.

Além disso, a profecia bíblica precisa ser cumprida, quando diz que a economia no tempo do Anticristo e do Falso Profeta terá abrangência global e não usará o papel-moeda:

"E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome." [Apocalipse 13:16-17]

Não entre em pânico quando ouvir relatos pessimistas de uma depressão iminente, pois esse não é o Plano dos Illuminati e nem da profecia bíblica para este período de tempo que precede o aparecimento do Anticristo.

Você pode enfrentar os problemas econômicos com tranqüilidade no espírito, porque conhece o plano e o poder de Jesus Cristo das Escrituras e de Suas profecias.

Quando você vir alguém alardeando mensagens econômicas ruins, confira seu site na Internet para ver se está lucrando com a propagação do pânico.

Eles estão vendendo sementes de sobrevivência, equipamentos e estão prometendo que você somente conseguirá sobreviver à  vindoura calamidade se comprar este e aquele produto?

Agora, após o início da Terceira Guerra Mundial, a economia entrará em total colapso, mas não antes.

Observe a morte controlada do dólar americano e prepare-se para o novo Amero.

25seg-ilustracao-pedroalice

Anúncios

2 comentários sobre ““A Morte do Dólar‏” E-mail de Jeremias dos Santos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s