Os Amores de Hermeneu, publicado por mim: Gláucia Carneiro

http://blog.teophilo.info/p/carta-para-danilo.html

  gach
CARTA PARA DANILO

   Danilo,
   Desde que conversamos aquele dia onde eu estava sem caixa de som, tenho ficado preocupado e me sentido ainda pior do que antes de ter escrito aquela análise sobre os amores do Hermes por um personagem que demonstra um comportamento completamente oposto ao do Senhor Jesus Cristo. Gostaria, antes de prosseguir, de citar quatro passagens bíblicas:
   “E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração. E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito. Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR. / A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência. E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra. Então disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra.” (Gênesis 6:5-8 / 11-13)
   “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar. Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.” (Mateus 24:35-39)
   “Mas primeiro convém que ele padeça muito, e seja reprovado por esta geração. E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem. Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos. Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar. Naquele dia, quem estiver no telhado, tendo as suas alfaias em casa, não desça a tomá-las; e, da mesma sorte, o que estiver no campo não volte para trás. Lembrai-vos da mulher de Ló. Qualquer que procurar salvar a sua vida, perdê-la-á, e qualquer que a perder, salvá-la-á.”(Lucas 17:25-33)
   “Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé.”(Hebreus 11:7)
   Então, como primeiro ponto de divergência, sou obrigado a crer que a escatologia afeta sim a salvação! Estar alienado e fazendo “coisas boas” não é suficiente: quaisquer coisas fora da estrita concordância com a Palavra de Deus são desvios para a direita ou para a esquerda, ou seja, correm o sério risco de em nada colaborarem para a santificação.
   Já escrevi sobre isso, mas nunca é demais reforçar com a Palavra:
   “Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.” (João 17:17)
   “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra.” (Efésios 5:25-26)
   “Porque toda a criatura de Deus é boa, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças. Porque pela palavra de Deus e pela oração é santificada.” (1 Timóteo 4:4-5)
   “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hebreus 12:14)
   Não sou nenhum beato tapado e muito menos radical, mas a partir do momento em que começamos a abandonar, deturpar ou até mesmo cometer “pequenos errinhos” em relação à Palavra de Deus estamos incorrendo por um perigoso caminho de deturpação da fé genuína:
   “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.”(Romanos 10:17)
   E, dadas todas estas últimas passagens, posso afirmar que a fé não vem por Sproul, por Piper, por Armínio e nem mesmo por Calvino ou Spurgeon! O que estes homens registraram pode até ser bom, mas continuo afirmando que o caminho da salvação carece apenas da Palavra como guia: tudo mais é acessório dispensável, inclusive eu próprio!
   Tenho certeza de que o sal misturado com o fermento já não será tão eficiente em sua função primordial e a admiração que o Hermes demonstrou por uma personalidade com características completamente opostas às recomendadas para qualquer cristão (ou seja, alguém que queira seguir Jesus Cristo) mostram que o sal dele já nem sabe mais onde se firmar.
   Não estou falando de selos, trombetas ou coisas que só acontecerão bem mais tarde. Falo do que acontece agora e do desserviço que esse homem está prestando: acabei de ler o novo texto que ele publicou (11 Razões) e digo sem medo que o efeito desse posicionamento é o de alienar as pessoas! Essa “boa vontade” de “já ganhou” ou “o reino já chegou” estimula as pessoas a não mais lembrar das palavras de Cristo:
   “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai. Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo.” (Marcos 13:32-33)
   “E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração.” (1 Pedro 4:7)
   Ninguém sabe? Ora, o Hermes sabe e, aliás, diz que já passou! Veja o comentário onde ele diz que a apostasia já ocorreu desde o primeiro século da era cristã prova que ele ou é rejudaizante ou, tão ruim quanto, age como Himeneu e Fileto:
   “E a palavra desses roerá como gangrena; entre os quais são Himeneu e Fileto; Os quais se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns.” (2 Timóteo 2:17-18)
   Himeneu é personagem cujas citações são poucas, mas bastante impressionantes:
   “Este mandamento te dou, meu filho Timóteo, que, segundo as profecias que houve acerca de ti, milites por elas boa milícia; Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé. E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.” (1 Timóteo 1:18-20)

reus

   Fico impressionado ao ver que você, meu amigo Danilo, que estudou em um seminário nos Estados Unidos, esteja confundindo escatologia com apologética. Meu problema não é quando ou como será o fim do mundo, mas com as graves deturpações apresentadas por este homem cujo desenho aparece ao lado do seu como “os réus” do Genizah. Gostaria de lembrá-lo de apenas mais uma frase que escreveu durante nossa conversa pelo Skype… aquela que falei ter me tirado o sono:
   Genizah não é blog pessoal, é uma revista! Publico o que concordo e o que discordo: já publiquei no mesmo dia a favor do dizimo e contra o dizimo e outro muito pelo contrário.
   Ora bolas, como alguém pode ser apologeta publicando o que concorda e também o que discorda? O apologeta é obrigado a concordar 100% com a Bíblia e discordar de quaisquer desvios… o preço para ser apologeta é bastante alto, pois acabamos desagradando a maior parte do público… especialmente os que estão querendo viver exatamente como nos dias de Noé. Se publicamos o que discordamos, então teríamos de encontrar textos favoráveis ao Malafaia e ao Marcos Feliciano… mas o que poderia ser constatado com tais ausências? Que estamos sendo parciais, aceitando o engano de nossos amigos e crucificando o dos desafetos?
   Ser apologeta exige atenção e amor pela única coisa que nos conduz à santificação e, consequentemente, à salvação… que por acaso é a Palavra de Deus. O erro, vindo de qualquer parte, deve ser exposto e exortado.
   Dadas todas as divergências e discrepâncias que registrei, tenho (perante a Palavra) a tranquilidade de afirmar que esse que você afirma como sendo “homem de Deus” me parece mais um daqueles citados aqui:
   “E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras.” (2 Coríntios 11:14-15)
   E o que me leva a ter ainda mais certeza disso foi o texto que ele publicou no dia 7 de julho sobre as “teorias da conspiração”… é bem igual aquele velho recurso de satanás, onde ele se coloca como motivo de piadas e escárnio a ponto de levar alguns a crer que a existência de satanás seja um absurdo. Esse texto acabou me levando a um raciocínio exatamente oposto às intenções de seu autor, se ele está criticando é porque de alguma dessas organizações ele está fazendo parte…
   Desculpe, meu amigo, mas ele pode ser uma pessoa ótima, ativa, simpática, criativa, engajada socialmente e bastante articulada… mas dados todos os seus registros de graves divergências bíblicas, com certeza, apologeta ele não é!

Os Réus[135]

   Pior ainda é que meu papel como apologeta não me permite publicar o que concordo e discordo, mas me obriga a combater os enganos e heresias, mesmo que doa muito em meu coração. Não posso nem mesmo me calar ou omitir.
   Repito: não é um problema escatológico, mas sim apologético! Hermes Fernandes ignora, distorce e deturpa a Palavra de Deus para que se adeque a seus propósitos cuja intenção desconheço, mas que acaba atuando na alienação das pessoas sobre o vindouro (e não muito distante) retorno do Senhor Jesus Cristo.
   Você, Danilo, sabe quem eu sou. Já estivemos juntos por alguns breves momentos e pode ter a certeza que não estou fazendo tais denúncias para criar polêmica ou chamar atenção: meu papel neste mundo é servir a meus irmãos e, principalmente, ao Senhor Jesus Cristo acima de absolutamente quaisquer outras coisas. Quero seu bem a longo prazo (de preferência para a vida eterna), mesmo que isso possa chocá-lo ou causar alguma adversidade aqui nesta terra. Os erros já estão citados e expostos, mas vou ainda escrever e publicar uma boa análisesobre os posicionamentos deturpados que esse homem apresenta, mesmo quando menciona passagens bíblicas.
   Como de praxe, saiba que envio algumas cópias ocultas dessa mensagem, pois isso permite que alguns irmãos tomem conhecimento de meu posicionamento e, quem sabe, possam me exortar caso esteja incorrendo em algum erro.
   Não me dirijo diretamente ao Hermes por, em primeiro lugar, não conhecê-lo e, dadas as divergências e observações, nem mais gostaria de tal contato. Em segundo lugar, porque estou apenas analisando textos que publicou e divulgou amplamente na internet, assinando e assumindo plena responsabilidade por seu posicionamento.
   Eu permaneço com a solidez da Palavra… e você?
   Um fraternal abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s