OBAMA – Estranha visita de um hóspede grosseiro [Uma Nova Era]

O Governo Mundial acaba de assumir, publicamente, o Poder Planetário, na pessoa de Barack Hussein Obama, respaldado internacionalmente pelo Conselho de Segurança da ONU: Organização das Nações Unidas.

Coronel Armindo Abreu – autor de o Governo Secreto

*Atuando, até então, apenas nos bastidores, através de tentáculos supranacionais, como a própria ONU, o Banco Mundial, o FMI, o BID, o BIS, a OTAN, a União Européia e outras Áreas de Livre-Comércio ou Mercados Comuns;

*De instituições essencialmente privadas, com altíssimo poder de força e imposição da vontade, como o grupo de Bilderberg, a Comissão Trilateral, os Bancos Centrais Independentes ou Autônomos, o Royal Institute of International Affairs, o Council On Foreign Relations, as Antigas e Místicas Sociedades Secretas, O Partido Comunista Internacional e a Rede Mundial de ONG e Agências Reguladoras;

*Dos seus respectivos tentáculos regionais de segunda ou terceira linha, como as Universidades de maior prestígio mundial (Harvard, Yale/Skull&Bones, Columbia, Chicago, Johns Hopkins, etc), A Sociedade de Mont-Pélérin,  o Diálogo Internacional, o Consenso de Washington, o Foro de São Paulo e outros…, o Governo Mundial mostra a sua face socialista, na pessoa do presidente dos EEUU e do imenso poder político e militar que este representa, independentemente ou não da vontade popular delegada que o elegeu e dos milhões que, espalhados pela crosta terrestre, apenas assistem à tomada do poder mundial sem opinar e nada poder fazer.

E o núcleo central desse governo Mundial, o PODER BÉLICO e de INTELIGÊNCIA ESTRATÈGICA dos EEUU e seus principais aliados, supostamente comandado por Obama, aos poucos deixa de representar o bravo povo americano, por via da intensa e trilionária privatização de Meios Militares, terceirizados pela transferência a empresas de mercenários, como a Blackwater e congêneres, cujo efetivo controle acionário é inteiramente desconhecido do público, tornando-se no embrião do exército planetário.

E essa é a razão, suficientemente conhecida, para a desmoralização e o enfraquecimento dirigidos da Forças Armadas de todos os países politicamente submissos ao esquemão, como o Brasil.

Já o poder financeiro americano havia sido terceirizado no início de século XX, e no pós-guerra, em Bretton Woods, através da transferência do direito de emissão monetária do dólar e do respectivo controle da política financeira americana e mundial, ao Federal Reserve Bank, um cartel de bancos privado, controlado por uma oligarquia de banqueiros e financistas europeus, com apoio das chamadas organizações financeiras internacionais acima citadas.

A esse movimento seguiram-se outros que tornaram legalmente impossível, a qualquer país democrático, emitir moeda própria, devendo tomá-la emprestada à rede bancária a juros de mercado (definidos, incrivelmente, ao total alvedrio do banco central local, independente ou autônomo da vontade popular que elege governantes e político

s, porém jamais sua autoridade financeira e respectivos conselhos de política monetária, todos intocáveis!)

Num mundo globalizado, em que a concentração de poderes políticos, militares e econômicos se avoluma velozmente, transferindo-se e concentrando-se em um centro único de controle e irradiação de decisões, o livre-comércio e a livre-concorrência de mercado se transformam em peça de ficção, evoluindo, natural e caudalosamente, para um sistema socialista comandado pelo estado-único e planetário.

Como demonstramos em  O PODER SECRETO, o modelo globalizado será, inicialmente, o chinês, para grandes e abundantes unidades populacionais, e o modelo cubano para as unidades menores, de escassos recursos naturais, até que a arquitetura planetária definitiva seja, finalmente, viabilizada e implantada.

Obama, em visita oficial protocolar, ao detonar ataques à Líbia, diretamente do Brasil, impondo sua própria segurança em nosso solo pátrio e revistando ministros brasileiros convidados a sua mesa, não apenas pôs a nu o grau de servidão e subserviência a que nos dispusemos, como também demonstrou, cabalmente, que o Poder concentrado em suas mãos já se sobrepõe à soberania e à autonomia dos estados-nacionais, passando ao arrepio de quaisquer das antigas normas diplomáticas de respeito, consideração e apreço à casa do seu anfitrião.

O mundo é terra arrasada e tem novos donos, como ficou bem claro nessa estranha visita.

2 comentários sobre “OBAMA – Estranha visita de um hóspede grosseiro [Uma Nova Era]

  1. Essa visita é totalmente estratégica.Vejamos:

    1° temos agora grandes reservas de petróleo.
    2°economicamente estamos estáveis, mesmo que a maior parte dos recursos vão para esquemas de corrupção.
    3°o brasileiro é puxa-saco, gosta do estilo de vida americano.(obs: Eu não.são intransigentes! )
    4°o ataque autorizado em nossa pátria mãe gentil é para firmar que eles podem impor suas vontades pela força a qualquer um e a qualquer parte do mundo, inclusive a nós.

    Deixemos de ser tolos! Eles são imperialistas em busca de poder e influência. Se somos uma nação independente devemos fazer valer nossos princípios,e não agir como colonos que está à receber nossos colonizadores a fim de explorar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s