A REVOLTA DOS PINGUINS DE GLÁUCIA CARNEIRO

clip_image002

A REVOLTA DOS PINGUINS

É noite, mais uma noite em que os pequenos pingüins se encontram abandonados naquele sarcófago aberto, naquele mausoléu, sem sol, sem luz, somente sombras, que vez por outra atravessam as janelas, e são gigantes, assustadoras.

Quando as sombras somem, tudo se tranqüiliza, os barulhos ficam bem longe, eles resolvem fazer a Assembléia Geral dos Pinguins Vermelhos…

_Então iniciando a nossa assembléia, eu, pingüim cangaceiro Rei dos Pinguins…

_Quem te elegeu rei dos pingüins e líder da assembléia, sou eu que sou da linhagem real dos pingüins.

_Lá no seu continente, no nosso, o cangaceiro é o Rei e cale a boca seu desmunhequeiro.

_Olha a lei, não descrimine o companheiro, o preconceito é crime.

_Minha linda Lady Frufru, não precisa me defender deste Pierry grandalhão, acha que só porque é maior que todo mundo, e de fina linhagem pode mandar em nóis, se achegue, fique aqui, coladinho em mim.

_Quer dizer que vai colar na Frufru, e eu…

_Cecilly tem um lugar especial deste lado aqui, venha, não arengue…

_Vamos parar com essa rasgação de pano de chão, que esta assembléia é pra tomada de decisões.

_Mariléia…

_Nem vem, você não faz meu tipo, não gosto de reis, pingüim comigo é debaixo dos meus pés, não é Timóteo?

_Claro minha amada, do jeito que você quiser.

_Vamos meu mestre, siga, que esta mulher que me ama é demais.

_A grande Dama Vermelha resolveu atender ao pedido de peso…

_Cangaceiro Rei, cuidado com o preconceito, não podemos fazer alusão ao peso das pessoas; de amais a mais é o grande amor da vida dela, não podemos mago-á-la.

_Bem lembrado Secretário Geral Miolo Mole, bonito cachecol; vamos respeitar o grande amor da Dama Vermelha.

_Alê Vermelha sempre nos amou, cuidou de cada um de nós, nos deu carinho, um lugar pra morar, um espação no coração dela pra cada um de nós, mas depois que chegou neste lugar, nesta cidade, nem se lembra mais de nós, viramos uma fotografia, só pra ficar na lembrança; ai, ai, ai, ai,

_Saímos do coração da Alê Vermelha e fomos parar na lembrança dela, daí pro esquecimento é um pulo; ai, ai, ai… o Toquinha está certo.

_Por isso que eu pedi está assembléia, para explorarmos este lugar por onde a Alê Vermelha anda à noite.

_Mas ela anda de patins e sai no meio do povo, todo mundo vai ver a gente.

_O pingüim Inventor já descobriu uma maneira de camuflar a gente até a gente chegar onde a Alê Vermelha vai.

_E onde ela vai, como é que a gente sabe.

_Não sei como o pingüim Papai Noel sabe o caminho, mas sabe e mostra pra gente.

_Alê Vermelha um dia me levou pra apresentar pras algumas pessoas.

_Eu quero andar de patins, eu quero surfar…

_Acorda, desce pra terra, tá assistindo TV demais, aqui é a casa da Alê Vermelha na é os Estúdios da Disney.

_O camuflador é calçado, vamos calçar, precisa cobrir toda a nossa pata, as duas.

_Ué, inventor, é uma redinha bem fininha, mas que num rebenta…

_Cangaceiro Rei é um artefato químico em forma de rede, quando todos estiverem calçados eu ensino como usar o equipamento.

_Que equipamento, cadê o equipamento…

_Pinguim Topeira, o equipamento é esta redinha que tu calçou nas patas bípede quadrúpede.

_Calma meu amor, Mariléia.

_Timóteo, como pode este traste ser tão sem idéias, não serve nem pra ser tamburete de jardim.

_É tamburete de forró que minha mãe fala…

_De forró não, que tu traste, atrapalha a festa.

_Todos calçados, coloquem todo o peso do corpo nos pés…

_Ué, cadê todo mundo?

_Oxente, bichim, sumiu tudo…

_Não, estamos todos camuflados, agora é só dar um salto, um pulo, vamos lá, no 3, um, dois, três…

_Voltamos, agora podemos dar uma volta, ir aonde a Alê Vermelha vai, mas vamos sem tirar o pé do chão, sem pular, nem saltar.

_Está encerrada a Assembléia Geral dos Pinguins Vermelhos e vamos por em ação a decisão da assembléia.

Assim saíram os pingüins camuflados dentro da noite e foram seguindo o caminho; o mesmo caminho que a Alê Vermelha seguia sempre que ia patinar com os amigos.

A cada passo que davam ficavam maravilhados, encantados com tantas cores, tantas coisas nunca vistas, algumas os assustavam, como tudo o que era grande, enorme demais para eles.

Nem perceberam quanto tempo andaram, mas chegaram no lugar, não havia ninguém, eles pularam e se tornaram visíveis, pelo menos para eles.

_É aqui que ela se diverte longe da gente, que lugar sem graça…

_Não, Frufru, aqui é lindo, é livre, tem movimento até o cheiro é diferente…

_É cheiro de liberdade.

_Quero ensinar outra coisa pra vocês, vamos pular visíveis, vamos lá, no três…

Todos começaram a correr, rolar, sei lá… O que é que estava acontecendo o inventor gritava explicando.

_É um dispositivo de eletro ímã, pode acontecer visíveis ou invisíveis, é a mesma coisa que andar de patins, com uma diferença, quem está sentindo cheiro de mar, então vamos surfar, sem prancha, porque não precisa.

_Oxente, Inventor, e não é perigoso, a gente não sabe nadar…

_Nadar faz parte da nossa natureza, ô topera Rei Cangaceiro, sempre percebi uma certa semelhança.

_Calma minha amada Mariléia.

E todos se esbaldaram, primeiro brincaram muito de patinar, depois foram para o mar surfar.

Quando cansaram, o Inventor mandou darem um pulo bem alto e todos deitaram na praia bolando de tanto rir.

Ao deitarem ali e ficarem olhando para o céu e perceberem aquele mar. Pararam emudecidos e envergonhados.

_Alê Vermelha nunca nos abandonou, ela nos ama…

_Ama a cada um de nós, só quer o melhor pra gente…

_Isso aqui é bonito demais, não tem como abrir mão de tudo isso…

_Estou até envergonhado de ter pensado mal da nossa Alê Vermelha…

_A partir de agora a gente pode vir aqui todo dia, depois que a Alê Vermelha for dormir a gente sai pra curtir, não dá pra ficar longe de tudo isso.

_Hora de partir, camuflando, salto leve, alta velocidade, chegamos.

_Cada um no seu lugar sem fazer barulho, e a Alê Vermelha?

_Dormindo feito um anjo.

_Ela é um anjo.

No outro dia o noticiário informa que algumas câmaras filmaram alguns pingüins em alta velocidade onde todos patinam e surfando na praia, muitos acham que é truque de algum hacker.

_Meu bem, você viu esses pingüins, pareciam com os meus; deixam eu ver…

_Deu uma dor no meu coração, estão todos aqui, mas eram iguaizinhos a eles…

_A pessoa deve ter comprado no mesmo lugar.

_Seu sem graça.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s